Fechar
Dicas

Depoimento da Leitora Livia: Alerta sobre Corte Químico

Figura1

Desde que aconteceu aquele desastre capilar que eu postei aqui comigo, venho recebendo relatos de várias meninas que vem passando pelo mesmo drama que eu passei (e muitas vezes até pior). Quando a Lívia me procurou querendo contar o seu depoimento sobre o CQ (Corte Químico) que teve, eu fiquei muito feliz, acho sim super válido compartilhar experiência, quem sabe não tem alguém passando pelo mesmo. O depoimento é longo, mas vale a pena.

Bom, antes de tudo, queria agradecer a Diana por ter cedido um espacinho do querido “Help dos Cabelos” para que eu contasse minha história e alertasse vocês sobre um assunto muito sério: o alisamento químico.

Meu nome é Lívia, tenho 26 anos e moro no Rio de Janeiro. Meu cabelo, natural, é bastante enrolado, de cachos bem pequenos, crespinho mesmo. Tinha tentado ao máximo assumir os cachos, mas nada chegava nem perto de ficar razoável. Finalmente aos 20, resolvi alisar.

Andei por vários bons salões do meu bairro e cheguei à conclusão de que a melhor opção seria o tioglicolato de amônia, no caso, a escova definitiva. Fui morrendo de medo, mas gostei bastante do resultado. Fiz num salão renomado e gastei algo em torno de 600 reais, já que era o cabelo inteiro!

Tempos depois, minha cabeleireira saiu desse salão e não deixou nenhum contato e, com isso, tive que escolher outro profissional. Fui a outro salão renomado do meu bairro, conversei com uma cabeleireira e retoquei a raiz. Paguei caro novamente e para minha surpresa: corte químico! Sai do salão linda e lisa, mas uma semana depois meu cabelo começou a se partir numa quantidade ASSUSTADORA!

Perdi algo em torno de 40% de cabelo, fiquei com toquinhos e buracos que, para minha sorte, eram mais por baixo e davam pra esconder bem. Indo de salão em salão tentando recuperar meus cabelos encontrei a profissional perfeita. Logo num primeiro momento ela sabia como me ajudar. Fechei um pacote de Penetraitt da Sebastian e logo na primeira aplicação a quebra melhorou muito. Para minha sorte ela também trabalhava com química e alisou meus cabelos ao longo de 5 anos.

Os preços no salão onde ela trabalha são bem altos e eu já estava sentindo esse peso no bolso. Foi aí que conheci um cabeleireiro no salão onde faço as unhas. A clientela dele é enorme e por várias vezes o vi fazendo alisamentos, coloração… e as pessoas adoravam. Fui até ele conversar e ele me pareceu bastante profissional. Depositei minha segurança nele e ele passou a alisar meus cabelos pela metade do preço. Nas duas primeiras vezes ele fez tudo direitinho (com o tempo a gente acaba aprendendo todos os passos) e ficou ótimo, adorei. E aí veio a terceira vez…

A terceira vez aconteceu faz uns 15 dias. Fui até o salão que ele mesmo abriu e começamos o processo. Logo de cara percebi que ele aplicou o alisante direto no couro cabeludo, mas como não estava ardendo, deixei passar. Enxaguamos e ele neutralizou com ele molhado e preso. Perguntei se não havia problema e ele disse q não. Ok, acreditei, né? Por fim, ele disse q aplicaria queratina para finalizar e nesse momento eu vi estrelas: minha cabeça ardeu absurdamente e fui correndo para o lavatório enxaguar. O desconforto passou, ele secou, pranchou e eu fui para casa.

No dia seguinte acordei com a cabeça ardendo e quando minha mãe viu disse que estava queimada. Não acreditei e pensei “como assim, queimada?”. Pois é, estava queimada, com feridas e, o pior, minando um líquido estranho q secava, colava nos cabelos e virava um nojo.

Fui até uma emergência e a médica q me atendeu atestou mesmo queimadura e me receitou antibiótico, anti-inflamatório e uma pomada específica. Cheguei em casa e tive certeza absoluta que meu cabelo começaria a quebrar de novo em poucos dias.

No dia seguinte fui procurar o cabeleireiro e ele pediu desculpas, me tratou super bem. Eu disse que meu cabelo estava partindo um pouco, mas ele disse q estava ótimo e ainda teve a coragem de dizer “pelo menos ficou liso”.

Cinco dias depois, quando as feridas já estavam com casquinha, fiz uma aplicação de Penetraitt e depois de seco fui analisar como estava. A conclusão foi que além de algumas pequenas queimaduras, meu cabelo estava caindo um pouco (porque queimou e esse cabelo não tem jeito), estava quebrando um pouco (esse o Penetraitt deve salvar grande parte), estava com uma dobra química em formato de “L” (porque ele não deu a distância correta do couro cabeludo), estava marcado (porque ele neutralizou com ele preso), estava ainda levemente ondulado (porque ele neutralizou molhado e só escovou e pranchou depois) e ainda estava com uma “barriga” (porque ele não levou o alisante até o comprimento correto).

Bom, a pergunta agora é: O QUE FAZER?

1) Não vou processar ninguém porque simplesmente não quero aumentar meu estresse. A minha chateação é tanta que só quero q tudo isso acabe logo. E a Justiça, no Brasil, é algo que demora muito;

2) Durante os próximos tempos vou investir bastante no Penetraitt que, pra mim, é o melhor tratamento que existe já que é feito à frio. Tem sim um pouco de calor, leve, mas o produto seca naturalmente nos cabelos e não é finalizado com secadores ou chapinhas.

3) Vou hidratar bastante porque o Penetraitt deixa os fios um pouco durinhos e a hidratação dá aquela “amolecida” e uma aparência boa hehehe

4) Montei meu kit de Cronograma capilar e estou fazendo direitinho. Investi em bons produtos, gastei uma grana, mas são apenas 3 e vão durar bastante tempo porque só lavo os cabelos 2 vezes por semana.

5) Vou fazer uma “Caixinha Cabelo”. Pois é, todo mês vou juntar um pouco para q no fim de 5 meses (tempo que geralmente levo para retocar a raíz) eu tenha o suficiente para pagar um bom profissional. Assim não fica pesado ter que pagar tudo de uma só vez!

Por fim, aprendi que o velho ditado “o barato sai caro” é pura verdade!

Espero que meu depoimento deixe vocês, leitoras do Help, mais ligadas. Saibam identificar e valorizar um bom profissional. Invistam, dentro do possível, em bons produtos e sempre desconfiem do que é mais barato.

Beijo em todas,

Lívia

—–

Obrigada, Lívia pelo depoimento!

Então meninas, vamos ao debate?!

BjO!

Tags Help das Leitoras

84 Comentários

  1. É nessas horas que fico preocupada em achar um bom profissional que possa fazer minha progressiva.
    Até o momento sou eu q faço tudo sozinha, mas dá um trabalhão e uma canseira danada!

    Já tive problemas com alguns “profissionais” e apesar de todo o estresse que ocorreu, também não processei ninguém.

    Desejo que tudo se resolva e a dica que deixo é ter paciência, mas muuuiiitttaaa paciência mesmo para esperar que o cabelo fique lindo como antes.

    Beijos e boa sorte!

    1. Luciana,

      Sabe que nem penso em ir em profissional fazer a minha EP? Dessa parte eu cuido mesmo. Até sei que a aplicação no salão, com alguém que conhece a técnica do produto, sabe fazer uma boa escova e etc, vai ajudar muito no resultado, mas além de ser caro demais, há sempre a possibilidade de dar errado. Trauma define. kkk

      BjO!

  2. Olá! É horrível mesmo….eu tive corte químico, mas a culpa foi minha mesmo, apliquei alisante a base de tioglicolato na raiz depois de bastante tempo só fazendo progressiva e tinturas, sem fazer teste de mecha, e tive problemas…quando comecei a pentear, já com o produto nos fios, e a mecha começou a repuxar….quando enxaguei e fui pentear para aplicar o neutralizante, e as mechas começaram a se partir…fiquei com uma mecha inteira na mão!! Até lavar e secar, foi um sufoco, não sabia a extensão da queda, só via muuuuitos fios caindo ralo abaixo…Graças à Deus o estrago não foi tanto porque a queda se deu nas laterais, na altura das têmporas, meio por baixo do cabelo…tem como disfarçar, mas ficaram aqueles penachos curtinhos e queimados, duros e espetados. Agora já está bem melhor, não está caindo mais, e graças ao tratamento para parar a queda os fios estão bem brilhantes e soltos…mas o susto foi grande, pensei que fosse ficar sem toda a parte de cima do cabelo, pois tinha passado só na raiz e só no “tampo” da cabeça que é onde é crespo indomável…hehehehe. Mas é assim, a gente só acredita que pode acontecer quando acontece com a gente….e é horrível porque se tem vontade de voltar no tempo para não fazer o procedimento…mas é isso…só mais um relato de como acontece e como é traumático….mas a gente sobrevive, e logo logo já tá louca para testar algum alisamentou ou escova nova…hehehehehe….Bjus!!!

    1. Aline,

      Acho que a sua experiência foi igualzinha ao do meu último CQ. A única coisa em que eu pensava era: Como eu queria voltar atrás.
      Mas é um caminho sem volta, neh. É um caminho doído de recuperação que exige bastante paciência. Eu também fiquei com os tufinhos de cabelo duro e espero. Ufa…passou!

  3. Credo,essa coisa de ferida e casca tive quando fazia relaxamento e era considerado “parte” do procedimento,sério.As pessoas achavam “normal”.Melhorou quando passaram a usar protetor de couro cabeludo,mas ainda agredia.Nas progressivas era aquela sensação de “este couro cabeludo vai estourar em cinco segundos” porque não teve uma vez em que o sentisse natural.Bem,estou “sem química” desde agosto exatamente porque o cabelo começou a cair e não parava,fora o aspecto de palha; cortei mais uma vez na sexta e estou amando.Só que não tenho mais fios grossos e pesados como antes e a recuperação não terminou.Haja paciência,cronograma e tratamento.
    Bjs a todas e sorte com os procedimentos capilares!

    1. Eliana,

      Agora que você falou, no tempo em que eu fiz alisamento com hidróxido o meu couro ficava ferido e era mesmo considerado parte da coisa. Quanto absurdo a gente passa nos salões a fora. Te admiro por ser livre de químicas!

      Bjo!

  4. Olá Lívia, força viu?
    “imagino” o quão desesperador deva ter sido…
    O pior que para processar é muito difícil, pois
    não é fácil provar que “aquele profissional” fez
    aquilo no seu cabelo. Para tanto, teria que tirar
    uma foto datada ou com algum aplicativo/meio que provasse
    em tempo real o estado( aparencia) do seu cabelo quando
    entregou-o para o “profissional”, teria que ter uma nota
    fiscal discriminada do serviço feito e testemunha do ocorrido.

    Agora me diz: Quem é que pede nota fiscal, e eles por acaso dão?
    Testemunha- Como conseguir? No máximo quem pode estar lá contigo
    é uma amiga que para fins de prova jurídica, não serve como testemunha,
    apenas na qualidade de informante, que dependerá muito da “boa vontade”
    do Juiz em valorar a prova, se convencer ou não, quiçá sequer aceitá-la…

    Enfim, não é impossível, mas não é tarefa fácil, infelizmente em questão de cabelo,
    é bem difícil conseguir êxito, talvez por isso tenha tanta gente se aventurando e se
    metendo a “fazer e ver no que vai dar”, certamente confiando na fragilidade do cliente
    que fica “refém” quando um serviço é mau prestado.

    Ainda digo para ti, que se pegar um profissional renomado, pagar caro, a chance de se deparar
    com um aventureiro é bem menor, mas ainda assim, pode vir a ter um corte químico, porque afinal, muitos deles sabem o que deve ser feito, a forma certa, mas acabam “tomando atalhes” seja por pressa, distração, economia ou avareza mesmo….

    Boa recuperação, sei que vc tá fortalecida e seu cabelo será outro com os cuidados e tudo o que tem aprendido.

    Bjs

    1. Estrelae,

      Menina, só de pensar em toda a dificuldade para provar que o cabelo estava bom antes, já desanima. E a pessoa com a auto estima lá embaixo não vai ter animo mesmo de lutar a favor disso. É bem triste esses casos.

      Concordo com você sobre os “atalhos”. Já vi acontecer muito. Já vi cabeleireira querendo por guanidina no meu cabelo que tinhas 2 meses apenas de alisamento com tioglicolato e sem fazer teste de mecha. E olha que eu perguntei a ela se podia, se não era preciso testa e ela dizia que no olhômetro ela já via que não precisava… Não topei, é claro. Eu hein…

      BjO!

  5. Bom meninas sei bem como é isso!
    Meu cabelo era super liso, mas com 12 anos mudou radicalmente. Armado, cheio de frizz e de forma indefinida.
    Com 15 anos caí na tentação do relaxamento com guanidina. Nas primeiras vezes correu tudo bem, mas no terceiro retoque de raiz tive corte químico! E tudo bem no topo da cabeça!!!
    Bom…foram 8 anos até me livrar completamente!!! Já que nunca tive coragem de cortar muito…
    A progressiva tem me ajudado desde então, e depois que conheci o cronograma capilar tenho conseguido ficar cada vez mais tempo sem fazer… Sei que progressiva não é bom para o cabelo, mas ainda preciso para facilitar meu dia a dia.
    Bom, mas valeu a dica da Lívia, e realmente, todo cuidado é pouco quando se trata de química!!!

    1. Carol,

      Às vezes as pessoas pensam que nós escolhemos a EP por ser um caminho mais fácil, mas assim como você eu sofri Corte Químico (e mais de um) em salão. Sempre ficava muito cabelo meu lá no salão. Hoje me mantenho com EP e sou mais feliz, acho que toda química tem o seu lado mal.

      BjO!

  6. Oi Diana,
    sei que vou ser criticada mas, a verdade é que profissional nenhum coloca a mão no meu cabelo para alisar. Nunca, em nenhum momento eu consegui encontrar um cabeleireiro que alisasse meu cabelo sem que ele caísse aos montes logo depois(ou na mesma hora). Não estou dizendo que não existem bons profissionais. Existem sim, mas são poucos que trabalham com seriedade e honestidade, sem pensar só no lucro. E eu já não estou mais disposta a ficar careca fazendo testes até encontrar um…

    Beijo

    1. Rebeca,

      Olha, nem posso te criticar, porque eu também penso assim no fundo. Hoje em dia, para químicas de alisamento eu não confio em ninguém, nem em mim, pois já tive CQ no salão e em casa também. Desisti das chamadas “químicas limpas”.

      BjO!

  7. Quem, nunca, né Lívia? E como essa queimadura doi e demora a sarar… mas é assim mesmo, embora você conheça e confie no profissional, tem dia que ele simplesmente não acerta…

  8. Nossa,é tão chato quando confiamos nosso cabelo a um “profissional” e acontece este tipo de coisa, é por isso que eu tenho medo de salão.Olha eu não estou satisfeita com meu cabelo natural,pq eu me acho mais bonita com ele bem escovado e pontas viradas e ele natural dá mais trabalho pra eu escovar sozinha,em compensação é quase nada de quebra(esta é a unica vantagem de ter um cabelo natural pra mim),só de pensar em C.Q me dá arrepios…

  9. OLÁ DIANA,PARABÉNS PELO BLOG! AGORA GOSTARIA DA ATENÇÃO DAS LEITORAS DO BLOG QUE MORAM NO RIO.
    FAÇO PROGRESSIVA, MAS MEU CABELO ESTÁ QUEBRANDO, GOSTARIA DA INDICAÇÃO DE UM PROFISSIONAL QUE AVALIASSE MEU CABELO, P/SABER O QUE PODE SER FEITO. POR FAVOR ME INDIQUE,MORO EM CAMPO GRANDE,
    BJS E OBRIGADA!!!:)

    1. Claudia,

      Registrado o seu apelo. Mas te indico entrar no grupo Cronograma Capilar do Facebook. Lá tem gente de tudo quanto é lugar e com certeza tem alguém que vai poder te indicar um profissional da sua região.

      BjO!

  10. Oi cabeletes, qto tempo hein?! Oh Di vê se não some viu?! Faz uma falta danada. Mas bora comentar o post. Gente tenho trauma de salão até hoje e olha que tem 3 anos que abandonei as químicas. Me lembro dessas queimaduras, elas são terríveis, fora que passamos tanto tempo sentadas para esses procedimentos, que até cansa. Mulher sofre viu, nunca tive CQ, mas acho que deve ser desesperador. Lívia força nesta etapa.

    1. Tati,

      Pode deixar que estarei sempre por aqui.
      Realmente mulher sofre em salão. Detestava quando ia e tinha que esperar horas para ser atendida e horas no procedimento, pois eles sempre nos deixam para mexer no cabelo de outra pessoa. Aff.
      Bjo!

  11. Oi meninas, aqui é a Lívia do depoimento hehehe

    Estou muito feliz com os comentários de vcs… de verdade!

    Hj fui até minha cabeleireira de confiança q analisou toda “bagunça” do meu cabelo… bom, o prognóstico não é bom, mas vamos fazer o possível para salvar.

    Comprei a linha de manutenção, Extreme, da Redken e cada dia é um dia… a sensação é essa… cada dia eu acordo, vejo como anda o cabelo, passo a mão pra ver o estrago… enfim, força!

    Bjooo grande

    1. Lívia,

      Se armou fortemente, heim? rsrssr
      Força mesmo, garota! Sei como é essa dor diária, mas com os cuidados que você tem, logo logo estará tudo ok novamente.
      Agradeço mais uma vez por compartilhar a sua história conosco.

      BjO!

  12. Os erros são dos profissionais, mas infelizmente quem paga por eles somos nós.
    Vou há seis anos em um salão e em janeiro a cabelereira cometeu um erro que me traumatizou muito. Ela deixou a química em mais tempo de pausa do que deveria e em resultado disso fiquei com uma ferida enorme na cabeça e uma mecha grande foi literalmente pelo ralo. E o pior ela não se dispôs a fazer nenhum tratamento pra cuidar dos meus fios. Detalhe, ela não faz teste de mecha em nenhum cabelo, é tudo no olhômetro.

    1. Deise,

      Nossa que perigo essa cabeleireira do olhômetro. O que eu acho que acontece é que muitos se acomodam por já nos conhecerem e depois que fazem a besteira agem de uma forma que seria uma afronta a gente exigir reparo.
      Esse meio é muito confuso, por isso entendo porque tanta gente prefere se arriscar em casa mesmo.

      BjO!

  13. Merda feita, fui procurar ajuda em outro salão. Foi quando encontrei um amigo que trabalha na área, amigo da minha mãe. Ele foi um anjo da guarda que me explicou tudinho o que ela havia feito de errado, e tudo que ele poderia fazer para salvar os meus cabelos mortinhos da silva!

  14. olá meninas.

    é complicado mesmo, da medo de ir em salão. eu fiz definitiva, retoquei a raiz, aí resolvi fazer selagem (q foi bm parecida com progressiva).meu cabelo quebrou mto, pensei em abandonar químicas de vez, mas agora estou pensando em voltar a fazer definitiva, mas tô com medo de ter corte químico. é bem como disseram aí em cima: as vezes o barato sai caro.
    obs: o caps lock do meu teclado está quebrado.

    1. Li,

      Seu cabelo quebrou depois da selagem? Que chato, você tinha gostado tanto do feito, neh?
      Se for tentar retocar a definitiva já sabe: olho grande no teste de mecha. Pelo menos você já tem um profissional de confiança (eu acho, neh).

      Bjo!

  15. Olá…
    Conheci seu blog fazendo uma busca no google e o tema do post me chamou a atenção.

    Sempre tive o cabelo bem enrolado, ele não é ondulado, nem crespo e nem com volume….ele é BEM ENROLADO – da raiz as pontas.
    Esse cabelo nunca fez parte de mim, sempre me achei estranha com aquela cabeleira enrolada e aos 11 anos resolvi fazer meu primeiro processo químico. Com 14 anos tive meu primeiro corte químico.
    Hoje tenho 28 anos, e nesse período já tive uns 4 cortes químicos e o que mais me marcou foi no inicio do ano passado. O corte químico veio depois de uma semana do processo quimico, com foco na nuca, mas também atingiu algumas partes na cabeça. A imagem era como se alguém tivesse passado a navalha no meu couro cabeludo….lembro que eu passava a mão e sentia o couro cabeludo – chorei HORRORES.

    Ai você me pergunta:

    Você usava produtos ruins?
    Fazia a manutenção em casa?
    Cabeleira nova?
    Pagava barato?

    Não, não, não e não!

    SEMPRE paguei caro (entre R$ 400,00 à R$ 500,00) e desde o meu primeiro corte químico mantive a cabeleireira.

    Quais químicas que eu tinha no meu cabelo?
    TODAS!
    Californianas, relaxamento e progressiva (resultado? Cabelo liso, chanel e lindo).

    Nunca usei shampoo, mascaras e nada comprado em mercado ou perfumaria – sempre usei os melhores produtos.

    E fui vitima tanto quanto vocês. A verdade é que todas queremos cabelo liso, coloridos e ser paradas na rua com alguém perguntando “nossa o que vc faz no cabelo? QUE LINDO!”…pra quem gosta de cabelo, sabe do que to falando – Porem química é algo que depende de uma serie de coisas, hormônios, base química, estado emocional, enxague para tirar o produto, neutralizar…enfim

    Por fim comecei meu tratamento para restauração e a decisão de que nunca mais alisaria meu cabelo ou relaxaria, no máximo uma selagem ou progressiva de tempo em tempo. Pois bem, separei meu KIT salva vida: Paul Mitchell Awapuhi Keratin Intensive Treatment – MOI MOI lanza – Super Strong Paul Mitchell (MUITO BOM ESSE!) – Sebastian Penetraitt (Realmente é ótimo) – Schwarzkopf Bonacure Repair Rescue – Kérastase (APENAS PARA MANUTENÇÃO E NÃO PARA FORTALECER)- Moroccanoil Força e hidratação – Ampolas Alfaparf – Joico K-Pak Deep Penetrating, botox capilar….e acreditem, era tudo isso e mais um pouco.

    Alem disso usava também shampoo de limpeza, que me ajudava a manter o cabelo limpo para receber os produtos (Paul Mitchell – TWO era o meu preferido) e usei Monovin-A para ajudar a crescer o cabelo – que ajudou MUITO.

    Por fim depois de 11 meses meu cabelo estava lindo, novo e forte – Foi então que decidi voltar com a progressiva, fiz em outubro de 2012, outra em Dezembro de 2012 e dia 09 de junho deste ano fiz novamente (agora com um produto novo)- Hoje faço apenas progressiva no meu cabelo, e os intervalos dependem da revolta dos cabelinhos da parte da frente, que começa a se estressar e entregar meu verdadeiro EU rs.

    Resultado, cabelos não tão lisos, mas fortes – e se eu tiver muito afim de mudar posso tonalizar sem problemas (utilizo o richesse).

    Desejo que tudo isso passe logo meninas e vocês encontrem o melhor produto para deixar os “picucamãs” de vcs lindos de novo.

    Beijokas, Dani

    1. Dani,

      A minha decisão foi exatamente como a sua. Hoje em dia só faço EP e sou bem mais feliz. Rola o grande preconceito da galera sobre EP, mas sinceramente não tenho metade dos problemas que tinha com o Tio, mesmo usando bons produtos.

      Bjo!

    2. Olá a tod@as,

      Gostaria de uma dica de vocês de um site ou uma loja em que eu possa encontrar alguns dos produtos citados pela Danielle por um preço mais em conta. Adoro o resultado dos produtos Sebastian, Redken e Schwarzkopf nos meus cabelos, mas tenho um certo receio de adquiri-los no ambiente virtual, embora o preço seja tentador. Nunca experimentei o citado Paul Mitchell. Vou experimentar já! Quanto ao Monovin A, vocês acham um produto imprescindível para quem está tendo grandes dificuldades com o crescimento dos fios? É possível usá-lo de modo seguro?

      Abraços e obrigada,
      Camila

  16. Hoje procurando por resenha de produto acabei aqui no seu blog.Fiquei emocionada ao ler seu relato ano passado sobre seu corte químico.Comigo aconteceu há três anos quando fiz um relaxamento e em seguida usei um tonalizante por indicação dessas vendedoras de loja, dizendo que o tonalizante poderia ser usado no dia seguinte.Usei e o meu cabelo quebrou bastante, só ficando melhor depois de muito tratamento e da absolut repair que resolveu mesmo. Dscobri depois que mesmo sendo tonalizante ele oxidante, por isso tem que respeitar o prazo para ser aplicado depois de uma química. Não troco meu alisante ana léa (que é bem barato, mas não me dá problema) e tonalizo sempre 15 dias depois, e estou querendo não usar mais EP, porque já notei que fragiliza e muito meu cabelo. Não tem segredo é tratar com bons produtos e se informar bastante. Beijos e parabéns pelo belíssimo blog.

  17. eu tenho certeza que voc~e devia processar esse cabelereiro , só assim para ele deixar de fazer besteira . se deixa quieto vai sempre mais e mais gente estragando o cabelo e as vezes ate a saude alheia , e não dando nada . O negocio e botar a boca no trombone , não deixar quieto . deixar de ser ovelhinha que paga e aceita qualquer m…. que se faça .
    Vamos reagir pessoal , o minimo que se faz e ir ao salão , com mais gente e fazer um escandalo , mas como você não é disso , processe , pelo menos incomode .
    Onde já se viu ter o couro cabeludo queimado , sofrer dor , sofrer na sua auto estima , e isso não tem preço !!!!! fiquei indignada com esse cabelereiro e penalizada por você . sinto sua dor . bjs . Reaja .

    1. Soraia,

      Sempre fica aquele sentimento de ser passado pra trás, mas achoq ue na hora que ocorre a gente fica tão sem chão que o mínimo que queremos é sofrer mais humilhação na tentativa de penalizar o responsável. Acho que a mudança deveria ser desde o momento em que o profissional vai iniciar o procedimento, deveriam ter até um contrato, na minha opinião. Pode ser pedir demais, mas acho que diminuiria essa falta de responsabilidade de certos profissionais.

      BjO!

  18. Mas mesmo qdo o profissional faz tudo certo o corte quimico pode ocorrer. Acumulo de química nos fios . Uma vez que foi usada uma quimica no cabelo ela só vai sair com tesoura. Se a gente continua aplicando quimica nos fios , mesmo que so na parte crescida há risco de corte quimico. Quimica no cabelo é risco sempre. Nao existe garantias. Infelizmente.

    1. Comentando com Delay.

      Para isso existe o teste de mecha, se ainda estiver resto de química, pelo teste identifica.

      Eu também tive corte químico, Hennê+Guanidina, cortei joãozinho, não dava para fazer tratamento com SEDA né, recursos escassos….

  19. Oi Lívia…

    Muito chato mesmo todo esse relato…só podemos chegar a conclusão que alguns profissionais não estão preparados, pecam e acabam provocando danos sérios não só a auto-estima, mas a saúde das pessoas.

    Quanto a processar, tristemente concordo com o comentário da Estrelae, a parte de reunião de provas é vem chata, estressante e para vc que já está com os nervos a flor da pele, de fato, não compensa, é triste, mas é verdade e com isso ficam esses pseudo profissionais trabalhando a solta por aí. Deveria ter uma fiscalização…sei lá, não sei…

    Não entendo de químicas…até brinquei outro dia com a Di que dificilmente terei um CQ, justamente pq não faço químicas. Reconheço que minha posição é bem confortável, assumir o cabelo natural e falar de produtos liberados de ingredientes nocivos, é realmente uma tarefa que pra mim não se mostra complicada, pois não é bem uma transição…é mais uma aceitação do meu cabelo…me iludi com o consumismo e acabei me enchendo de coisas que eu nem precisava, pq hj sem elas noto o meu cabelo do mesmo jeito…kkkk…mas ó…tem seus dias difíceis: às vezes acordo como uma bruxa meméia, dou risada de mim mesma e saio assim mesmo. kkkkk…são escolhas e eu não condeno a sua escolha, a da química. Acho até a sua mais difícil que a minha, mais complexa, admiro essa coragem de vc persistir nos alisamentos (eu teria medo, sério) e o mais legal, é que vc tem agora um planejamento, experiência…que vai tornar seu caminho futuro muito melhor…

    Agora pára tudo: aproveitei seu relato e desabafei completamente…comofaz? kkkk

    Desejo pra vc toda serenidade, paciência e sorte nesse caminho. Vc vai conseguir, força cabelete!

    E cuide dessa queimadura, viu?

    bjs

  20. eu fiz retoque da definitiva e pintei uns 02 meses depois, aí ressecou. resolvi fazer selagem pq achava q era mais fraca q a definitiva, mas depois de um tempo o cabelo foi ficando feio, parece q a selagem encapa o cabelo e qdo vai saindo vc vê q nw está tratado e sim camuflado. aí vc faz outra selagem e o efeito bonito volta e assim por diante. penso q se fizer só definitiva consigo tratar meu cabelo pq nw está encapado.

    1. Li,

      Eu acho que o fato de jogar uma selagem no cabelo ressecado promova mesmo apenas um encapamento. Mas se olharmos pela lógica, selagem é algo superficial e mais cuticular mesmo, e ela vai apenas mascarar o fio por algum tempo. Depois ele volta a ser o que era e pior, já que não teve tratamento prévio.
      Se o seu cabelo aguenta definitiva, acho ela mais eficaz no seu caso.

      BjO!

  21. Sempre achei que esses produtos para alisamento danificam demais os cabelos.
    Usei um produto para relaxamento a muitos anos atrás (na esperança de diminuir apenas o volume) e foi uma decepção pra mim… cabelos quebradiços foi o que eu consegui.

    Qualquer procedimento que envolva química trará algum prejuízo para nossos cabelos, mas só quem já usou pra dizer… fizeram tanta propaganda contra o formol, mas ainda acho ele menos ofensivo do que muitas químicas.

    Já fiz muitas progressivas….

    E hoje em dia, nem progressiva faço mais…

    Mas o caso é que eu consigo manter o meu cabelo apenas com a escova…

    E concordo com a Diana e algumas colegas… a escova progressiva é bem melhor do que outros produtos utilizados para alisamento… terá danos sim, porém muito menores comparados a um corte químico.

    Gosto dos meus cabelos lisos (e naturalmente eles não são assim), se o secador não desse jeito, com certeza optaria pela progressiva sem a menor dúvida.

    1. Daniela,

      Concordo contigo plenamente. E concordo por experiência. Uso EP há tempos, mas só a um ano exclusivamente ela e meus cabelos estão ótimos! Tenho que cortar as vezes? Sim, todo cabelo precisa. Sigo tratando, pois o cabelo precisa, diferentemente do que os outros dizem, EP requer cuidado, não é apenas deixar o shampoo sem sal de lado.
      Enfim, mas acho que somos polêmicas ao falar disso, neh. hahah

      Bjo!

  22. È eu prefiro fazer a minha EP em casa,e eu mesma fazer todo o processo , não gosto muito de deixar outras pessoas cuidarem das minhas madeixas ,e até encontrar um bom profissional não vou ficar torcendo pra sorte .Apesar que eu em casa ja utilizei quimica indevidamente e tive corte químico ,estou mais precavida e fasso tudo certinho procuro usar bons produtos e e bastante reconstrução, hidratação e tudo que meu cabelo precisar ! Bjooooosssss a todassss

  23. Oi Di, oi meninas… aqui é a Lívia do depoimento, de novo hehehe

    Vim atualizar vcs!

    Bom, o Penetraitt segurou bem a quebra do retoque e da sensibilização das queimaduras… mas NÃO segurou a quebra da dobra química (e eu achando q era meu menor problema).

    Visualizando essa situação, minha cabeleireira começou com o Fiberceutic, da L`oreal SEMANALMENTE. Fiquei muito assustada no inicio, mas foi indicação do centro técnico da própria L`oreal. Segundo a técnica q conversou comigo no telefone, era oq tinha de mais poderoso! Como o produto vem com uma “seringa” aplicadora, minha cabeleireira consegue colocar o produto exatamente na dobra, potencializando todo o procedimento.

    Como está agora? Bom, estou com toquinhos na frente e no topo, mas não chegou a fazer nenhum buraco. Dá pra ver bem os fiozinhos curtinhos e arrepiados quando o cabelo está molhado. Seco, pelo menos por enquanto, está imperceptível… logicamente, nada de secador, chapinha… tá no “lavou, secou”

    Ainda está quebrando e é isso q mais me apavora. Quando ele para de quebrar é q vc consegue colocar os sentimentos em ordem e partir para a próxima etapa. Enquanto isso, fico pedindo á Deus para q não piore…

    Finalizando, o Fiberceutic vale muito a pena como reconstrutor… a aparência do cabelo está muito boa. Sedoso, brilhoso, disciplinado, com cara de cabelo “bom”… Ele realmente tira a aparência ruim do cabelo e quem olha não pensa q meu cabelo é alisado, tamanha naturalidade… já para a dobra química não sei se existe algo melhor…

    Meu aniversário é daqui 3 semanas e queria muito estar com o cabelo “arrumadinho”… queria q ele não piorasse e q estivesse forte para q eu pudesse fazer uma escova bem leve, para comemorar com os amigos e a família… vamos torcer hehehe

    Bjos em cada uma de vcs!

    1. Nossa, Lívia.

      Babei nessa descrição do Fiberceutic. Confesso que não confio muito nele, por não ter queratina, sei lá. Mas muitas pessoas como você descrevem ótimos resultados.
      Sobre a dobra, acho que o problema é ela mesmo e não o tratamento. É realmente um problema delicado de tratar.
      Mas fico feliz em ver a sua dedicação e desse jeito ele logo logo para de quebrar.

      BjO!

  24. Muito triste isto! Eu tive o mesmo problema a poucos dias atras. Estou ainda muito triste e perdida em como recuperar meu cabelo. No meu caso aconteceu o seguinte: eu tinha definitiva e não sabia! A “profissional” que fez o serviço sujo nos meus cabelos me fez acreditar que eu estava fazendo uma EP mas daquelas sem formol, e até aí tudo parecia ok no meu cabelos. A poucos dias, em outro salão, eu fui fazer luzes e disse a cabelereira que eu tinha uma progressiva, e o resultado foi que meu cabelo ficou parecendo chiclete e se partiu todo!Fpoi aí que fiquei sabendo que eu tinha feito uma definitiva anteriormente ao invés da EP.

  25. Já vi alguns casos de clientes em processo que chegavam à estética estéricos…o melhor tratamento que conheço é o Medicare 1,2,3

  26. Li o relato da Lívia, assim com a da Diana e sei o que é passar por esse problema. Não entendo de químicas, porque nunca fiz no meu cabelo. Sempre fui muito cuidadosa com ele, hidratava toda semana, usava sempre produtos de qualidade. Meu cabelo sempre foi curto, na altura do queixo mais ou menos, é oleoso e fino, então eu não tinha problemas com pontas ressecadas ou cabelos quebradiços.

    Há alguns anos atrás resolvi deixar crescer, chegou próximo à cintura. Gostei demais, minha família, amigos, conhecidos, todos disseram que estava ótimo o cabelo grande, que tinha combinado comigo e tal. Mas comecei é claro, a ter problemas: como pontas ressecadas, cabelos um pouco quebrados. Nada em exagero, tudo dentro do normal. Mas eu queria que ele ficasse o mais próximo do perfeito. Quem gosta de cabelos sabe que a gente sempre acha que pode ficar melhor.

    No meu vício de cuidar dos meus cabelos fui ao salão pela primeira vez na vida com o objetivo de hidratar os cabelos. Eu não ia no salão nem para cortar meu cabelo, eu mesma cortava em casa. A proposta da cabeleireira foi fazer uma selagem. Eu não conhecia isso, pois como falei, nunca tive problemas com meu cabelo, meus cuidados se resumiam em hidratações feitas em casa.

    Aceitei e fiz a selagem. Meu cabelo ficou brilhante, mais macio e etc. Paguei na época R$ 300,00. Depois que passou o efeito, mais ou menos 3 meses depois, voltei para fazer o procedimento novamente. Foi ai que me ofereceram uma selagem mais cara, mais que seria bem melhor para meu cabelo. Aceitei. O preço disso: R$ 500,00. Assim que saí do salão já senti meu cabelo pesado, sem volume. E o meu cabelo é pouco e diminuir ainda mais o volume foi uma coisa que não gostei.

    No dia seguinte lavei o cabelo e meu cabelo literalmente foi para o ralo. Caiu demais. Enfim, não liguei para o salão, não voltei lá, não queria nem me olhar no espelho. A frente do meu cabelo foi a parte mais afetada infelizmente. Tive que fazer uma franja, para tampar uma falha bem na frente mas ainda sim não disfarçou totalmente. Parei de cuidar do meu cabelo. Só lavava e pronto. A cada dia ela quebrava mais. Cortei inúmeras vezes, até voltar para o tamanho que sempre usava, na altura do queixo.

    Atualmente: A queda está dentro do normal. Meu cabelo não está mais quebrado. (Também cortei tão curto). Mas o volume não é mais o mesmo e a falha que tenho na frente continua. Parece que os fios querem crescer mas não crescem, fica aquele pedacinho de cabelo fininho. Fiz essa selagem em novembro de 2011.

    Estou voltando a cuidar do meu cabelo de novo, nas esperança que recupere o volume de antes. Por isso pesquisei na internet e vi que infelizmente tem muitas pessoas com o mesmo problema ou pior. Para todas, desejo sorte e que tudo isso passe logo!

    Beijo

    1. Verônica,

      Menina, como faz tempo o que aconteceu com você, nunca pensou em ir a um dermato. Eu acho seu caso grave, pois cair é ruim sim, mas pior ainda é não crescer mais cabelo onde caiu.
      Se puder, vá ao dermato, acho que te ajudaria muito.

      BjO!

  27. Eu até fui, mas ela me disse que eu sempre tive essa falha. O que não é verdade porque tenho fotos em que meu cabelo está amarrado para trás e não há falha alguma. Me passou um tratamento, que fiz por alguns meses e parei porque não estava confiando muito da dermatologista e não notei diferença alguma. Quero ir em outro especialista pra ver o que ele vai dizer. Mas em relação a queda do meu cabelo, pelo menos não está caindo mais.

  28. Sim, fiz a desintoxicação no meu cabelo e no cabelo do meu namorado. Tanto o meu cabelo como o dele reagiram bem ao procedimento. Eu senti a raiz mais limpinha e meu cabelo ficou mais soltinho e macio. Me surpreendi com o resultado. Agora só ficou a dúvida de qual seria a periodicidade para realizar a desintoxicação.

    Comprei as ampolas da Tricofort e comecei a passar ontem. Estou procurando a Máscara Neutralizante Universal Max Beauty, mas não achei na internet para comprar.

    Comprei pela internet uma série de produtos. Parcelei tudo em 6 vezes rsrs. Estou esperando chegar. Vou cuidar dele intensivamente e vamos ver o resultado daqui um tempo.

    Kérastase Résistance Volumactive – Máscara Cabelos Finos
    Sebastian Professional Penetraitt Treatment
    Yellow Form Neutralizing Shampoo
    L’oréal Professionnel Absolut Repair Masque – Máscara De Tratamento
    L´oréal Professionnel Absolut Repair Shampoo
    L´Oréal Professionnel Absolut Repair Thermo Cell Repair – Tratamento Leave-in
    L´Oréal Professionnel Serie Expert Fiberceutic Serum – Ampola Tratamento
    L´Oréal Professionnel Serie Expert Fiberceutic Cabelos Finos – Reconstrutor
    L’oréal Professionnel Absolut Repair Cellular Renew C – Tratamento
    L’oréal Professionnel Absolut Repair Powercell Repair – Ampola De Tratamento
    L’oréal Professionnel Force Vector Duo Kit Shampoo e Condicionador
    L’oréal Professionnel Pure Resource Citramine Shampoo
    K.Pro Ph Balancer Acidificante – Tratamento
    K.Pro Ice Scalp Ritual Detox Capilar Kit
    Shiseido Hair Energizing Complex – Tônico Capilar
    Paul Mitchell Clarifying Shampoo Two
    Redken Body Full Instant Bodifier – Mousse

    Eu quero comprar o Herbier – Kit De Tratamento Estabilizador De PH (Com Máscara) e vários outros produtos que você falou aqui no Help, mas não posso exagerar, se não estouro ainda mais o orçamento. Mas fiquei quase dois anos sem cuidar das minhas madeixas, então acho que vale a pena o investimento.

    1. Verônica,

      Nossa, um verdadeiro arsenal! =O
      O bom agora é começar a usar mesmo, ir vendo o que dá certo ou não. Suas aquisições foram ótimas, principalmente pelo fato de que faz tempo que você não faz química. Tem até Kerastase *-*
      Vai me contanto sobre o uso dessas belezuras. Tenho curiosidade sobre o condicionador Force Vector, amo a linha, mas nunca o usei.

      BjO!

      1. É um arsenal mesmo. Só estou esperando chegar para começar a usar. Nunca usei o Force Vector Duo Kit Shampoo e Condicionador, mas li sua resenha sobre o shampoo e fiquei curiosa para experimentar em meu cabelo. Já a máscara da kerastase usei uma vez na casa de uma amiga e amei o resultado. Pode deixar te conto tudo!

        Beijos!

  29. Gente que meedo…Eu faço progressiva e luzes há muitos e graças a Deus nunca me aconteceu nada desse tipo, até pq eu ficaria careca pq tenho pouco cabelo…Mas fiquei assustada, será que se um dia minha cabeleleira resolver mudar a marca da minha progressiva e não me avisar pode acontecer algo assim? Pq eu sempre vejo as meninas falando da Definitiva né?

    1. Hayanne,

      Não precisa se desesperar, tem profissionais que trabalham bem, mas tudo tem uma possibilidade de dar certo ou não. Mas como você cuida bem dos seus fios a probabilidade que isso ocorra é menor.

      BjO!

  30. Q alegria ver tantos comentários aqui no blog da Di!

    Nossa, a Verônica ARRASOU nas compras… só produtos tops… não tenho dúvidas de q seu cabelo vai melhora muito!

    Atualizando meu depoimento: faz mais ou menos 2 meses do meu “desastre” capilar e ainda quebra um pouco… melhorou bastante, mas ainda está quebrando.

    Essa semana faço minha última aplicação do Fiberceutic e minha cabeleireira está pensando em qual deve ser o próximo passo.

    Perdi bastante cabelo na frente e no topo, ficaram vários toquinhos. Sinto, também, ele mais ralo. Aos olhos normais, quase não dá para perceber. Aos meus e aos de quem entende de cabelo, um tanto desastroso.

    Continuo cuidando bastante e já me sinto muito feliz por saber q não vai ficar absolutamente horroroso. Além disso, minha cabeleireira já liberou uma escova leve 1 vez por semana. Até q fica bem arrumadinho!

    Obrigada Diana por dar tantas dicas aqui no blog. Hj eu posso dizer q sei muita coisa sobre cuidados capilares. Sei os nomes de vários produtos, pra q servem, como devem ser aplicados… informação é TUDO!

    Bjooo grande 🙂

    1. Lívia,

      Fico feliz que a recuperação do seu cabelo esteja evoluindo, mesmo que lentamente, infelizmente recuperar demora bem mais. Estou torcendo que a sua cabeleireira agora opte por um tratamente com queratina. rsrsr

      Bjo!

  31. Olá Diana!
    E Lívia, muito obrigada pelo seu otimismo! Nós vamos conseguir recuperar nossas madeixas! 🙂
    Tudo bem com vocês?

    Bom, meus produtos chegaram, mas ainda não usei todos. Meu cabelo já está macio e sedoso e com um brilho. Características que eu não notava no meu cabelo desde a selagem.

    Minhas pontas ficam mais finas do que o restante do cabelo e ficam amarelinhas e porosas também. Acho que deve ser por causa da prancha, pois só passo chapinha nas pontas para colocar as teimosas para dentro e deixar meu cabelo chanel. Antes eu não usava protetor térmico, só hidratava meu cabelo 1 vez na semana em casa com produtos de supermercado mesmo. (Usava muito Bioextratus e mais recentemente passei a usar Acqua Flora).

    Mas depois dessa suposta selagem esses produtos não estavam funcionando tão bem.

    Estou usando o Termo protetor Absolut Repair. A porosidade melhorou bastante. As pontinhas amarelinhas, essas, eu tive que cortar, mas pelo menos não está aparecendo mais. Esse protetor não pesou no meu cabelo (e o meu cabelo é bem oleoso). O cabelo ficou muito mais soltinho e sedoso. Passo bem pouquinho mesmo e já é suficiente. E isso é a melhor parte, pois vai durar bastante!

    Já usei o shampoo e condicionador Force Vector. Para mim foi a combinação perfeita. O shampoo lava muito bem, sem ressecar, o cabelo já fica macio só com o shampoo e condicionar completa a ação. Uso só pouquinho diluído em água, somente nas pontas, já que meu cabelo está bem curtinho. Notei que a quebra diminui bastante.

    O shampoo L’oréal Professionnel Pure Resource Citramine também é outra maravilha, até o meu noivo adorou. Ele tem o cabelo muito oleoso, mas que geralmente fica seco quando ele usa shampoo para cabelo oleoso. Esse não deixa seco e ele fica com a raiz soltinha até o fim do dia. O que não acontecia antes. No meu cabelo também observei o mesmo resultado. Acho que poderia até passar mais de um dia sem lavar o cabelo, que ele ficaria soltinho.

    Já usei também a máscara, shampoo da Absolut Repair e o Fiberceutic, todos deixaram o cabelo com o brilho e super macio, sedoso, voltei até a receber elogios. Senti diferença até no volume do cabelo pelo fato de que cabelo opacos e oleosos ficam bem apagadinhos mesmo e o meu estava assim.

    Percebi também muitos fios novos nascendo, estou usando a loção Tricofort, não sei se posso atribuir esse fato a ela, vou terminar o tratamento para ver. Estou usando tem 3 semanas e ainda tenho que usá-la por mais 9 semanas.

    Também estou tomando Pantogar, comecei a tomar no começo do mês e vou usar por uns 6 meses, se eu notar diferença, prolongo o tratamento.

    Tirei fotos do meu cabelo, antes de começar todo esse tratamento intensivo e vou acompanhando os resultados. Amanhã é o dia que hidrato o cabelo. Na medida que for usando vou contar para vocês o que achei.

    Outra coisa muito importante, Diana adorei a nova cara do Help, ficou super moderno, prático e muito fofo. Parabéns!

    Beijos!

    1. Verônica!

      Adorei saber como anda o seu cabelo e como está sendo o uso dos produtos. Me deu até vontade de comprar o condicionador Force Vector para casar com o shampoo, mas como a máscara é de ação rápida, acho que não preciso. hahah
      Mais legal foi saber que seu cabelo está crescendo, lembro de você dizer que fazia tempo que caiu e nada de crescer. E sim, os thermos da Loreal duram bastante até para quem tem fios longos! É um investimento que vale a pena.
      Continuo torcendo pelo seu tratamento.
      Fico feliz que tenha gostando da nova cara do blog.

      Bjo!

  32. É mais vantagem ter a máscara do que o condicionador, pois a máscara deve ser mais concentrada. Eu só comprei o condicionador porque não tinha a máscara. Eu gostei bastante do resultado, e condicionador para mim dura em média 3 a 4 meses. Mas para quem tem cabelo maior ou com mais volume acho que acaba rápido se usado diariamente. Então a máscara é bem melhor.

  33. Oi meninas. Estou passando por um momento muito difícil também … Tenho apenas 15 anos e comecei a alisar meus cabelos aos 3 anos, sempre tive um cabelo enrolado e minha mãe entrou em depressão, sendo assim não tinha ninguém para pentear o meu cabelo então minha tia vinha aqui e aplicava aqueles alisantes de criança do Netinho, sabe? Então o tempo foi passando e assim que eu cresci a mesma tia que aplicava em mim quando criança começou a aplicar Guanidina no meu cabelo e como eles sempre foram cheios e grossos ela sempre aplicou no cabelo inteiro menos as pontas e com o tempo meu cabelo foi ficando vazio. Eu passei 6 meses sem alisar e minha mãe comprou Hair Life (Amônia) para passar no meu cabelo afirmando que era fraco, de fato é, mas a combinação guanidina+amônia nunca deu certo … Passei o alisamento da 1ª vez e tive um pequeno corte mas ficou lindo, meus cabelos ficaram cheios e brilhantes mas minha mãe disse que era normal porque foi o 1º alisamento. Passei da 2ª vez e teve uma queda terrível de praticamente 60% do meu cabelo, quase entro em depressão, foi Deus mesmo na minha vida … não gosto de sair de casa, quando saio é por obrigação e quando continuo em casa fico de toca de nero. Iniciei o tratamento há uns meses e já vi resultados, hoje meu cabelo está bem crespo, não posso alisar mas estou cuidando dele, orando e tendo fé. Espero que meu cabelo fique ainda mais bonito do que era! E essa é a minha história … :):

  34. Olá!
    A mais ou menos dois meses sofri com um corte químico e ainda estou meio perdida em oq usar!
    Estava pensando em fazer uma selagem sem formol mais o medo é tao grande pelo trauma de ver os trunfos de cabelo na mão que nao sei oq fazer!
    Uma luz plus!
    Bjo

  35. Menina, fiz selagem da cadiveu, sábado e no domingo minha cabeça estava cheia de casca grossa, bolinhas e minando líquido, coçando. Que pomada é essa que você usou?
    Nunca mais faço selagem…

  36. Oi pessoal, conheci o blog hj. Sou cabeleireira profissional há pouco tempo e sempre pesquiso muito. Levei dez anos para me decidir à fazer o curso por medo de mexer com química. Devida à um transtorno de pânico, meu marido me botou no curso, sabendo que desde os doze anos eu mexia com cabelo e amava. Aprendi muito no curso, certo e errado. A gente só descobre que o que aprendemos era errado se não nos atualizar. Meu professor dizia que toda tinta era igual e todos tonalizantes eram iguais. Mas pq nas caixas de cada marca tem uma especificação diferente? Será que as marcas fazem isso de alegre ou meu professor era senhor absoluto da razão? Não! Cada marca faz seus testes que determina quanto tempo, quem pode usar e como finalizar o produto. Eu já tive cq 2x,uma em casa sozinha fazendo descoloração, quando vi os fios caindo, corri para o tanque, lavei com água fria e lavei com loreal. Da segunda vez foi ainda na escola, eu queria igualar o loiro quase branco sem usar descolorante, que no meu caso é impossível, então meu professor insistiu que eu escurecer dois tons, em cima daquele cabelo que tinha dado cq meses atrás, mesmo com toda a reestruturação que fiz o resultado foi cabelo no chão! O pior foi a cor que ficou um horror. Resolvi deixar o defunto descansar em paz, cortei o cabelo, fiquei com 2 dedos de cabelo, ficou chic.
    Nunca fiz nenhum alisamento ou relaxamento, meu cabelo é igual ao da Ana Paula arosio, sempre pintei de vermelho, usava koleston, mas se não ficasse uma semana sem lavar o cabelo, me ardia a cabeça, nisso eu achava que nunca poderia ser loira. Fui assaltada na esquina da minha casa e reagi ao assalto, nisso o transtorno de pânico apareceu. Fiz o curso de cabeleireiro, troquei de escola na metade por não concordar com o ensino, na outra fui muito bem instruída sobre o que fazer com a minha profissão: atualização! Sempre conhecer os produtos que você trabalha, saber o que pode ou não ser feito com aquele produto, conhecer o seu cliente e, por mais que conheça, fazer testes de mecha para saber se o resultado será satisfatório, neste último quesito é que os profissionais pecam, pq acha perda de tempo teste de mecha. Outra coisa, profissionais que não gostam de falar com quais marcas trabalham… Fuja deles! Vai usar progressiva? Tem formol? É a base de que? Que marca? Vc faz teste de mecha? O se a pessoa titubear em uma dessas perguntas, fuja! A falta de respeito e compromisso com a profissão que gera péssimos profissionais. Outro detalhe, parece bobo, mas não é, se vc de pedir a um profissional cortar seu cabelo de um modo, ele insiste em outro, vc diz que quer o seu corte e ele insistir no corte dele, levante, pergunta quanto custa a lavagem e vá embora, pq ele irá cortar seu cabelo como ele quer. A última dessa que passei, meu cabelo estava já no queixo, ela cortou meu cabelo igual ao da Miley Cyrus! Cheguei em casa e passei a 6 na cabeça toda, hj tem quase 3 dedos de cabelo crescido rs
    Finalizando, se vc quer fazer química no cabelo, vc vai precisar investir em bons produtos para recuperar o óleo, vitaminas e água perdido, ou seja, nada de Palmolive, seda ou colorama. No mínimo vc vai ter que usar elseve, dove, tresemme, Pantene (nas linhas de mercado) ou investir pesado (e não se arrependerá) nas linhas home care da loreal, redken, Schwarzkopf, Morocconoil, lanza e afins para manter o cabelo liso, lindo e hidratado. Ah, nunca esquecer da máscara de hidratação! É a salvação.

    Bjs
    Espero ter ajudado alguém.
    Estou estudando muito para daqui 2 meses ter meu salão de beleza!

    Pesquisem, perguntem, sempre questione! Informação nunca é demais!

  37. Olá menina , estou desesperada , não sei o que fazer , sofri um corte químico horrível e desde então ando em sites procurando o que fazer , sempre usei aquele alisante de marca Sfera , e nesse ultimo fds eu apliquei na raiz , sofri um corte químico terrível , meu cabelo caiu 50% , ta super ralinho , so que não estragou as pontas , so a raiz , ele ta super fraco , só na raiz , e ele caia inteiro , dei uma reconstrução , e parou de cair , mas ate agr não tive coragem de lavar , pois axo que vai cair .ME AJUDEM POR FAVOR , A RAIZ TA CRESPA EM ALGUMAS PARTES , E OUTRA NÃO EU PUXO E NAO CAI , PENTEIO TBM E NAO CAI, porém ele esta seco , sera que ainda há riscos de cair ² ainda posso recuperar meu cabelo? A PONTAS ESTÃO PERFEITAS , só caiu por dentro , da raiz, estou desesperada

  38. que medo! fui ontem em um salão super famoso da cidade, e pedi que fizessem selamento no meu cabelo. A cabeleireira lavou meus cabelos, tonalizou (porque sou loira) e foi passar o produto. Porém em vez de ela olhar o que estava fazendo, ela ficava conversando e nem olhava para o meu cabelo!!! até que eu senti que ela passou no meu couro cabeludo… ARDIA DEMAIS, não falei nada, pois fazia 2 anos que eu não alisava e não lembrava se ardia. Até um momento que ardeu tanto que virou insuportável!! pedi para ela tirar o produto e corremos para o lavatório. Ela ficou um bom tempo esfregando minha cabeça para tirar o aspecto ardido. Fiquei com muito medo de ter corte químico ou algo mais, porque do jeito que ardeu, foi horrível! Ela me disse que devia ser alergia (mas eu senti ela passando no meu couro cabeludo) e me fez ir embora com o cabelo molhado, só sei que lá eu não volto mais!! Estou com medo de tentar outro alisamento, e com medo que meu cabelo comece a cair! mas até agora está normal

    1. Carolina,

      Usa óleo de ricínio no couro cabeludo fazendo massagem. Faz muito bem, pois pode ser que a selagem tenha irritado os folículos pilosos. Melhor prevenir e só faz bem.

      Obrigada pelo comentário. Bjos!

  39. Boa tarde, apesar de não conhecer esse penetrait, gostaria de saber qual o fabricante em q vc se refere… Se é distribuidora VK ou da Sebastian( que é caro, conhecido e válido).. Obrogada

Comenta, cabelete ;)