Fechar
Dicas

O Help Responde: Troca de Base Química, quando fazer?

cabelos-relaxados-com-mechas

Hoje teremos mais um O Help Responde e hoje a dúvida é a seguinte:

“Eu costumo fazer relaxamento no salão com Tioglicolato, mas houve um episódio indesejável. Fiz um relaxamento em maio e na primeira lavada meu couro cabeludo começou a arder e com o passar dos dias meu cabelo foi caindo. Fiz tratamento com dermatologista, e ele liberou para eu fazer relaxamento novamente. Eu queria saber quanto tempo uma química fica no cabelo,já que estou 5 meses sem fazer nada de química no cabelo.. e se posso usar outro produto,como por exemplo o Lithium da salon line.
– Vivian”

Oi, Viviane! A sua dúvida é bastante frequente, afinal, é bem difícil decidir quando mudar de base química. Antes de mudar de química, você tem que se fazer quatro perguntas:

O meu tipo de cabelo é o certo para a química que eu vou escolher? Já fiz um post aqui sobre os Tipos de Alisamento e nele explico que para cada tipo de cabelo há uma base química mais adequada. Não é recomendado usar uma base que não seja a ideal para os seus fios, pois há os dois lados da moeda, pode ser escolhida uma base forte demais para a sua fibra capilar que vai danificar muito os seus fios ou pode ser escolhida uma fraca demais que não alise o necessário se tornando uma agressão desnecessária.

Será que esse outro alisamento também não irrita o couro? Há alisantes que são mais agressivos ao couro cabeludo do que os outros. O Sódio, por exemplo, chega até a ferir o couro. O lithium é mais suave e age lentamente, mas é recomendado para cabelos crespos e sem coloração.

Será que o meu cabelo aguenta? Você falou que recebeu alta da dermatologista para fazer relaxamento, mas é imprescindível que um profissional cabeleireiro analise seus fios e proceda ao teste de mecha e teste de resistência antes de aplicar o produto. Certamente dermatologistas não receitam tratamento para os fios, eles atentam para o couro e para o fortalecimento dos cabelos novos que estão nascendo.

A química que eu quero aplicar é compatível com a que eu já tenho nos meus fios? O grande fator gerador de desastre capilares é a incompatibilidade química. Certas bases não devem ser misturadas jamais. Tioglicolato e Lithium não são compatíveis e se você quer mudar para essa base vai ter que proteger toda a extensão dos fios que tem tioglicolato e aplicar o lithium apenas na raiz crescida. Dá bastante trabalho, mas é possível. Ah, e sobre quanto tempo uma química fica nos fios, saiba que esses alisamentos permanentes como Tioglicolato, Guanidina, Sódio e Lítio não saem dos cabelos, apenas os cabelos que crescem estão livres deles.

Bom Vivian, é isso. Espero ter dado uma luz e que você se cerque de todas as informações possíveis antes de proceder a um novo alisamento, afinal, o seu objetivo são cabelos lisos e bem cuidados, não é mesmo?

Bjo!

Deseja participar do “O Help Responde”? É só enviar um e-mail com a sua dúvida para:

contato@helpdoscabelos.com

ou então preencher o formulário de contato que tem na aba “contato” do menu do blog.

 

Tags AlisamentoDicas do HelpO Help RespondeQuímicas

22 Comentários

  1. Oi Viviane, a Di é muito prudente ao dizer que só vai poder passar o novo procedimento na raiz,pq o Tio é fogo,eu já usei durante longos carnavais(8 anos acho), mas também tem outras saídas,já que está a 5 meses,aguenta mais um pouco, só pra garantir que vai ter bastante raiz para ser trabalhada,e enquanto isso, faça escovas bafonicas(ah eu amo cabelon escovado), trate com muito mimo seus cabelinhos(faz o cronograma 😉 ) e qd for mesmo fazer o procedimento exige o teste de mechas antes…. cabelo bonito é um exercício de paciência.

  2. Eu estou com o cabelo inteiro virgem e ainda não decidi qual base vou usar agora. Olhando seus post sobre o assunto – e no blog amo cabelo – eu vi que o indicado é a guanidina, mas quando usava tio ele alisava bem. E meu cabelo é misto, a maior parte com fios finos e na frente os fios são mais grossos, e esses grossos são bem mais crespos que o resto do cabelo. E o que me incomoda ainda mais é que cada profissional que peço para me indicar um caminho diz que meu cabelo é para um tipo de alisamento. Enfim, fico perdidinha!

  3. Oi Di gostaria de saber se cabelo com EP pode fazer mechas.Atualmente estou usando o botox da lola desde já muito obrigada e parabéns pelo blog ele é maravilhoso visito todos os dias bjs no coração Patty.

    1. Patrícia,

      Não há restrições quanto a fazer mechas em quem tem EP, mas é preciso fazer teste da mecha para ver como anda a saúde dos fios, além de prepará-los bem para um nova química. Ah, e seguir com uma boa manutenção pós química é imprescindível.

      Bjo!

  4. Oi Diana,

    há algumas semanas vc fez um post falando daquele redutor de volume que vc usou se não me engano da Inoar. Então vc colocou a composição e vi que ele contém acido glioxilico. Gostaria de saber a sua opinião sobre esse composto. Bjos

    1. Maria Luiza,

      Estudos mostram que o ácido glioxílico em contato com o calor vira formol e talz. Não tenho muito a dizer sobre isso, uso EP com esse ativo e nunca tive problemas, por isso continuo usando.

      BjO!

  5. Nooooossa, Di! Cheguei a ficar chocada com a pergunta da menina! Isso só mostra o quanto a maioria dos cabeleireiros dão pouca importância a informar às clientes todos os avisos importantes antes de químicas tão invasivas como alisamentos… Como assim a pessoa não explicou pra menina as incompatibilidade?
    Escravizar a cliente somente no próprio salão explica!

    Beijos e, como sempre ótimo post.

    Ah, gostei muito da Rescue! Achei que deixa o meu cabelo muito rígido na hora da aplicação (e não sinto isso com outros reconstrutores), mas depois finalizei com uma máscara nutritiva por cima e o resultado foi show… Espero continuar amando!

    1. Esther,

      É bem comum mesmo isso, neh? E olha, já tive colegas que disseram que o cabeleireiro dizia que depois de 6 meses dava pra mudar de química de boa. Isso explica porque tanta gente passa por corte químico.
      Ai que legal que você gostou da RR, ela realmente dá um enrijecida totalmente contornável. Tomara que continue mesmo gostando.

      BjO!

  6. Sou alérgica e o dermato me liberou tratar dos cabelos que são crespos somente com Tioglicolato porque já uso a mais de 08 anos e nunca fez mal. De uns 02 anos pra cá,o relaxamento já não esta mais fazendo efeito,relaxo,coloco bigodinhos e parece que nada fiz….rais fica ainda mais crespa,cachos superficiais que não duram nem uma semana.O QUE FAZER? QUAL HIDRATAÇÃO MAIS INDICADA?

  7. olá Diana!

    o que você acha do shampoo bomba de café?
    poderia escrever post sobre crescimento capilar, o que auxilia, como tônicos, massagens capilares, alimentação, inversão capilar, shampoo bomba de café, etc…

    bjs

    1. Oi, Ana Paula.

      Eu não usei o shampoo bomba de café não. Eu até tenho alguns posts sobre crescimento, mas na verdade eu nunca optei por nenhuma receitinha de crescimento. Obrigada pela sugestão.

      Bjos!

  8. Minha filha tem 11 anos e já a bastante tempo usa relaxamento a base de guanidina, e o Cabelo dela e bem volumoso e crespo e divido a isso nunca fico satisfeita com o resultado.
    Quanto tempo posso esperar para mudar para o tioglicolato?
    Preciso muito de sua ajuda.
    Meu nome é Aline.

  9. Olá meninas, muito legal o post.
    Eu uso o sódio, e sei que ele não é compatível com tinturas permanentes.
    meu cabelo hoje é rebelde porém fino, estava querendo trocar do sódio para o tio, por causa da coloração?
    Você acha que estou no caminho certo?

    Um beijinho!

Comenta, cabelete ;)