Fechar
Transição Capilar

Desejo de Transição: Vou parar com a escova Progressiva

transicao-capilar

Olá, Cabeletes!

De uns tempos para cá, vem crescendo em mim uma vontade ENORME de retornar ao meu cabelo natural, ou seja, sem escova progressiva.

Nossa! Sinceramente, eu nunca pensei que diria isso e ainda mais quando o resultado da progressiva no meu cabelo é bem satisfatório. O meu cabelo progressivado brilha muito, é super fácil de gerenciar, tem movimento. Sou suspeita para falar, mas acho que o meu cabelo atual é lindo e muito bem cuidado, só falta mesmo o ombré hair chocolate para ficar perfeito.

Só que tem um porém: Esse cabelo não é real. Ele é fruto de aplicações de escova progressiva, um processo que a cada retoque demanda horas e horas e que, como resultado, vem esse cabelo que hoje eu tenho. Esse processo ocorre a cada dois meses, momento em que eu passo praticamente um dia inteiro realizando o retoque da raiz.

Mas, se você está pensando que eu estou parando devido ao trabalho do retoque, já digo que não. Afinal, é um dia sofrido, mas único. Depois é só alegria e praticidade, coisa que é bem diferente no mundo cacheado, ainda mais se a pessoa estiver em transição.

Eu estou parando porque esse cabelo não me representa mais. Eu não me sinto eu mesma com ele. Eu sei que não é real. Acho que para algumas pessoas essa é uma coisa difícil de entender, mas é esse o sentimento que eu sinto.

Em todos esses anos que eu fiz escova progressiva eu sempre soube que essa química não é totalmente confiável. Quem sabe manusear, obtém fios bonitos, brilhantes e práticos. Quem não sabe, obtém fios opacos, ressecados e quebradiços. Mas o que a torna não confiável não é isso, porque isso é inerente a qualquer química. O que a torna não confiável, é porque essa é uma química que transforma o cabelo em algo que parece muito com cabelo, mas não é.

Um dia desses eu estava assistindo um vídeo de um colorista que eu admiro muito, o Alejandro Valente, onde ele falava o seguinte: “A progressiva transforma os fios em uma fibra plastificada. É como você queimasse as cutículas e grudasse como um plástico ao redor dos fios.” Se você quiser assistir esse vídeo inteiro clique aqui.

.

Quando eu ouvi isso, a vontade de voltar ao meu cabelo natural cresceu mais ainda. Na verdade, essa informação nem é uma novidade para quem usa progressiva, vamos ser sinceras, a gente sabe que não é algo inocente. Mas quando alguém que a gente admira fala, parece que pesa mais, sabe?

E sabe porque pesa para mim? Porque eu sou uma amante dos cabelos. Eu gosto de aprender e repassar coisas que nos ajude a cuidar dos nossos fios de uma forma melhor e aplicar progressiva não é um tratamento, é o caminho mais fácil. Plastifica os fios e pronto. Adeus frizz, adeus porosidade excessiva, olá liso dos sonhos.

Ao mesmo tempo, eu não estou aqui para demonizar a escova progressiva. Como eu disse acima, comigo deu super certo. Só que hoje um cabelo progressivado não me realiza mais. Só isso.

No dia 12 de dezembro de 2016, seria o dia do retoque da minha EP. O dia em que fazem dois meses desde o último retoque, logo, a minha transição está bem no início.

Calma aí, eu não vou radicalizar e fazer um big chop de cara. Por enquanto, eu não vou cortar. Irei apenas esperar o crescimento do cabelo e fazendo texturizações para ir adaptando raiz e comprimento. Eu sei que a transição será uma longa jornada, com seus altos e baixos. Mas eu estou decidida a fazer isso.

Eu espero que você, que acompanha o blog por causa da progressiva, me entenda. Eu continuarei tirando dúvidas e dando dicas também para cabelos com progressiva, até porque todo o meu cabelo hoje tem progressiva, independentemente se eu vou continuar aplicando EP ou não, o meu cabelo hoje é um cabelo com progressiva. É o cabelo que tem para hoje e é o cabelo com que eu irei viver até que toda a química vá saindo com os cortes que eu irei fazendo com o passar do tempo.

Esse post é mais para deixar avisado: Não vai ter mais retoque de EP. Minha raiz vai crescer e ficar estranha, não vai ter glamour por um bom tempo por aqui. Mas vai ter muita felicidade, com certeza.

E se você que está lendo, já passou ou está passando pela transição, deixa o seu comentários e dicas porque eu vou precisar muito!

Bjos!

Tags Transição Capilar

20 Comentários

    1. Sumiu sim. Mas eu cheguei a ver. Teve um problema com o blog e post ficava sumindo então teve vários posts. Depois de resolver o problema, as cópias foram deletadas e só ficou o original. O seu comentários estava numa cópia. 🙁
      Mas eu li, surpreendente mesmo né? Bjo!

  1. Ah não!!! Das blogueiras que eu seguia, a única que ainda falava de cabelo quimicamente modificado era você. Que pena!!! A maioria decidiu optar pela transição e acabaram não falando mais nada… 🙁 mas, torço por você!!! Tenho certeza que vc deixará seu cabelo natural lindo e quem sabe um dia eu tomarei essa decisão….por agora acho difícil.

    1. Oi, Valéria.

      Eu não vou mais fazer progressiva, mas sei muito a respeito e sempre trarei o meu olhar a respeito disso aqui. Afinal, foram 10 anos de uso!
      Entendo a sua posição, mas acredite que não ninguém vai ficar órfão. ♥

  2. Me identifiquei com sua postagem, tb iniciei a minha transicao há 1 mês pois não me reconhecia mais… não via brilho em mim, eu estava muito comum e era algo que estava me incomodando… estou ansiosa, confesso.. mas também disposta a ir até o fim

  3. Olá Diana ! Comecei a acompanhar o seu blog e me interessei no conteúdo,afinal sou alisada.Tinha perdido as esperanças de ter um cabelo comprido,eu achava que química e comprimento não se batiam.Acompanhando suas postagens vi que é possível sim. Obrigada ! 🙂
    Obs: tenho um cabelo super opaco,seco e quebradiço 🙁

    1. OI, Gabriela. Qual é o tipo de alisamento que você usa? No tempo que eu usava tioglicolato e no tempo do Hidróxido eu não conseguia ver o crescimento dos meus fios. Só a EP mesmo que me proporcionou isso.

      Bjo!

  4. onda, onda, olha a onda… rsrsr Musiquinha boba à parte, de fato a moda pegou: estamos todas aderindo! E, por mais que digamos que não é por modismo, na verdade, a tendência cool das cacheadas/crespas nos influencia muito na tomada da decisão.

  5. Lindaaaa!
    Admiro muito essas decisões; a decisão e força de ser “Transicat” rs não porque também estou em transição, mas porque vááárias vezes comecei fazer e desisti, (e olha que nunca usei a progressiva) jogando sempre uma química alisadora em cima.
    Mas agora estou decidida; posso dizer que até pelo mesmo motivo que o seu. Acredito que isso seja LIBERDADE..É super difícil quando somos “escravizados”, ou melhor, quando nosso cabelo é escravizado por processos que mudam a sua originalidade, ao invés de aperfeiçoá-lo; mesmo deixando-o “bonito”.
    Hoje faço use de bigudins,(bigodinhos, bigudinhos; vários termos rs) com ativador de cachos e fica liiindooo!
    Força, transicat!

Comenta, cabelete ;)